POR QUE O GOOGLE TRADUTOR NÃO FUNCIONA TÃO BEM?

YZG | Inglês

07

FEV

A tradução rápida e fácil oferecida por sistemas como o Google Tradutor pode criar uma falsa impressão de que, graças à tecnologia, não é preciso mais aprender um novo idioma. Porém, por mais que pareçam eficientes à primeira vista, os serviços desses softwares encontram uma série de barreiras na flexibilidade das linguagens. Nos itens a seguir, nós te explicaremos um pouco mais sobre isso:

Como funciona a linguagem?

Um dos principais problemas relacionados com a tradução automatizada oferecida por serviços como o Google Tradutor é o fato de eles receberem as frases isoladas do contexto da conversa. Isso funciona bem se você deseja traduzir um documento ou qualquer outro texto simples da web, por exemplo. Porém, quando se refere à fala, há outras questões muito além das palavras escritas.

A linguagem não trabalha apenas com letras, palavras e regras gramaticais. Ela está totalmente relacionada com o contexto sociocultural onde seus falantes estão inseridos. Quando você diz algo em português, sua fala carrega todas as marcas da sua cultura e da sua região, além de retratar uma visão de mundo comum a pessoas como você. Esse é o papel básico do idioma: oferecer uma comunicação condizente com a realidade daqueles que o falam!

Assim, ao utilizar o Google Translate, você pode esbarrar em algumas questões próprias do idioma, como:

Diferentes conotações e ironia

Os sistemas automatizados de tradução oferecem uma interpretação mais superficial das frases, focando mais no significado formal das palavras. Porém, a mesma sentença pode ter conotações diferentes até no mesmo idioma. Por exemplo, se você traduzir a frase é uma ideia genial para o inglês, terá algo como it’s a brave ideia. A sentença irá manter o mesmo sentido nos Estados Unidos, porém, na Inglaterra essa frase tende a significar exatamente o contrário, e relatar uma ideia absurdamente estúpida.

Nesse sentido, a ironia também se torna algo bem difícil de ser interpretada pelos tradutores automatizados. O tom de voz, o modo de se empregar as palavras e o contexto em que elas são ditas fazem toda a diferença, já que carregam a intenção do interlocutor. Assim, se você estiver conversando com alguém, o Google Translate pode te oferecer uma frase totalmente simpática enquanto, na verdade, a pessoa está sendo totalmente sarcástica.

Traduções inexatas

Pegue como exemplo a frase bonne nuit, do francês. Ao ser traduzida para o português pelo Google Translate, o sistema oferece a frase boa noite. E isso está certo? Na verdade, não completamente! Bonne nuit é uma saudação utilizada quando você está indo para a cama e quer se despedir de alguém. Já boa-noite pode ser utilizado em qualquer momento após às 18 horas - geralmente - tanto para saudar quanto para dar tchau a alguém.

O mesmo acontece se você traduzir you para espanhol: as respostas podem ser e usted. O problema é que um é utilizado como tratamento formal, e o outro é mais informal. Por mais que o sistema te apresente as duas respostas, se você não é acostumado com o idioma, como irá decidir qual a mais adequada para a situação?

Como funcionam as traduções?

A linguagem é um complexo sistema que envolve intenções de discurso, sentidos compartilhados e cultura. Portanto, para traduzir uma frase com uma precisão bem maior, é preciso que você entenda mais do que apenas algumas regras gramaticais, mas sim o contexto em que ela foi dita e como.

Além do mais, em muitos casos não há uma palavra correspondente entre dois idiomas, já que cada um carrega características muito próprias que ditam completamente como os termos se organizam. Assim, é preciso fazer algumas adaptações para trazê-las ao seu idioma nativo. E quando você se torna proficiente na língua, seu cérebro faz isso automaticamente e não precisa ficar buscando correspondências.

Pense, por exemplo, em uma canção em inglês feita nos Estados Unidos. A música reflete o cenário sociocultural daquele local e se utiliza das particularidades da língua inglesa falada lá. Se você traduzir ao pé-da-letra, pode não contemplar nada do sentido original! Por isso, é comum que as traduções façam adaptações para aproximar as palavras do contexto de outra determinada língua.

Vale a pena utilizar o Google Tradutor!?

Se você deseja utilizá-lo para saber o significado de uma palavra ou outra, vale sim a pena. Porém, se deseja empregar o Google Translate como um suporte constante, entenda que você terá problemas. Por mais que os softwares venham evoluindo com o tempo, a linguagem falada ainda é algo propriamente humano, marcada por todas as nuances que uma conversa pode ter.

Assim, se você quer aprender inglês, é fundamental estudar o idioma em muitos de seus contextos. Além disso, procure aprender mais sobre a cultura dos países em que a língua inglesa é utilizada. Para isso, nós separamos alguns posts que vão te ajudar:

10 gírias britânicas que você precisa conhecer

5 coisas sobre a Inglaterra que você não sabia

As 5 lendas urbanas mais famosas dos Estados Unidos

Venha para o Yázigi!

Aprenda inglês com quem pensa como você. Escolha a unidade mais próxima, junte-se ao Yázigi e torne-se um cidadão do mundo!

Tweetar
Compartilhar
+1
©Yázigi Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
Pearson - Always Learning